Em 29 de janeiro de 2019

Depois da crise que o Brasil enfrentou desde 2013, a tendência é que o mercado imobiliário brasileiro tenha uma fase de retomada em 2019. As perspectivas positivas dessa retomada estão na confiança do setor, dos empresários e dos próprios consumidores.

A esperança é que a nova equipe econômica do Governo Federal gere mais empregos, melhore a renda do trabalhador, ajuste as contas públicas e mantenha a inflação sob controle – fator que impacta diretamente na confiança para compras a longo prazo – e a tendência de queda dos juros aplicados aos financiamentos de imóveis.

Ao que tudo indica, é uma boa hora para comprar ou investir em um empreendimento! Na cidade de São Paulo, no primeiro semestre de 2018, houve um aumento de 52% no número de unidades comercializadas. O dado compara o mesmo período de 2017 e revela o melhor resultado desde o início da crise em 2013. O lançamento de novos projetos também cresceu 30% no terceiro trimestre do ano passado.

Além disso, a economia vem mostrando fortes sinais de recuperação, inclusive tendo altas sucessivas e quebrando recordes históricos na Bolsa de Valores, o que impacta positivamente todos os setores. Segundo especialistas, devemos entrar em um período de normalidade econômica e um novo ciclo de crescimento do mercado imobiliário.

O próprio apetite dos bancos e das instituições em emprestar favorece a retomada desse crescimento e deve flexibilizar as demandas para empréstimos no ramo. A taxa de juros da Caixa Econômica, por exemplo, caiu de 10,25% para 9% e isso significa mais poder de compra para o consumidor. O percentual do que pode ser financiado no preço do imóvel também aumentou, de 50% para 70%.

É importante que você esteja atento a todas essas novas oportunidades para aproveitar esse momento de aquecimento e conseguir fazer bons negócios. A Unique MCA oferece empreendimentos em regiões nobres de Florianópolis (SC) e que vão se encaixar no seu perfil ou no da sua família. Fale com nossos corretores e conheça nossas facilidades.

DÊ SUA OPINIÃO